Lista de empresas corruptas: como não fazer parte dela!

A corrupção se tornou um câncer para a política de diversos países e, pelo que parece, espalhou-se para o setor privado. Nesse artigo darei algumas dicas para sua organização não fazer parte da lista de empresas corruptas!

Quanto mais as investigações avançam, novos candidatos a lista de empresas corruptas surgem, seja na operação lava jato ou zelote.

Experimente pesquisar no Google a palavra “Lista de empresas corruptas” e você irá encontrar uma variedade de artigos sobre o tema, e também, irá encontrar empresas no meio da bagunça que você nunca imaginou.

Recomendamos a leitura: 7 estratégias para aplicar um programa de integridade na sua empresa.

Uma vez conquistando a fama de “empresa corrupta” os prejuízos se tornam enormes. Conheça alguns:

  • Perda de reputação
  • Perda de participação de mercado
  • Perdas financeiras
  • Processos e mais processos
  • Outros.

Mas, não podemos deixar de ressaltar que existe uma luz no fim do túnel e que é possível reconstruir um caminho de sucesso, só que será 10x mais difícil e desafiador do que a 1° vez.

Nós da upLexis estamos aqui para ajudá-lo. Se sua organização faz parte de uma lista de empresas corruptas ou, se por ventura, você quer eliminar de vez os riscos de fazer parte dessa blacklist, leia este artigo até o final!

5 dicas para minar de vez o risco de aparecer em uma lista de empresas corruptas

Não existe fórmula mágica e sim, muito trabalho duro! Pergunte a qualquer profissional da área de compliance, jurídico, RH e outras como eles lidam com a situação de desenvolver uma empresa totalmente íntegra.

Existe uma série de projetos a serem desenvolvidos para que uma empresa esteja em conformidade com leis e regulamentos, e também, consiga aplicar processos internos totalmente eficientes.

Recomendamos a leitura: como fazer uma investigação empresarial.

Para gerenciarmos os riscos de exposição do nosso negócio diante destes casos ilícitos, sugerimos as seguintes dicas:

  • Desenvolver um programa de compliance.
  • Implantar um processo de due diligence.
  • Fazer um background dos parceiros, fornecedores, clientes e funcionários.
  • Desenvolver um canal interno de denúncias.
  • Utilizar a tecnologia a favor.

A partir de agora, iremos passar de uma forma resumida, mas, totalmente clara e objetiva em cada dica apresentada, para que dessa forma elas sejam totalmente úteis para você aplicar na rotina da sua empresa.

1 – Desenvolver um programa de compliance

programa-de-compliance

Implantar um programa de compliance é um baita desafio para as empresas, pois, há falta de profissionais altamente qualificados, pouco material disponível sobre o assunto e poucos cases relevantes (Pelo menos aqui no Brasil).

Mas, o programa de compliance pode ser a chave para evitar que sua empresa, por ventura, venha fazer parte da seleta lista de empresas corruptas.

Aqui no blog, já falamos bastante sobre como desenvolver um programa de compliance. Listo abaixo alguns artigos podem ser úteis para você:

A necessidade de aplicar um programa de compliance exigirá um investimento inicial consideravelmente alto, mas, pense sempre no longo prazo e nos riscos que poderão ser evitados. 

2 – Fazer um background dos parceiros, fornecedores, clientes e funcionários

Realizar um background é reunir informações necessárias sobre as relações que realmente importam para a sua empresa.

E como isso pode evitar que sua empresa possa vir a aparecer em uma lista de empresas corruptas?

Os benefícios do background são muito bons, através da utilização desse método é possível:

  • Obter informações “ocultadas” pelas entidades.
  • Analisar a situação cadastral.
  • Avaliar dados criminais: processos, fraude, corrupção, trabalho escravo.
  • Relacionamento com outras entidades corruptas.
  • Outros.

Utilizando as informações certa, o background pode auxiliar a sua empresa a não cair em roubadas e manter uma base sólida de contatos, onde ambas as partes sempre saiam ganhando.

Para saber mais do assunto, leia: Como fazer um background check.

3 – Implantar um processo de due diligence

O due diligence é uma investigação realizada para avalizar os riscos de negócios potenciais e não tão potenciais. Na verdade, ele irá te auxiliar no entendimento de se vale apena firma uma parceria ou contratar um fornecedor.

Cair em ciladas não é legal e no meio dos negócios, todos sabemos, estamos sujeitos a muitas promessas que não são cumpridas após a contratação de um serviço ou produto.

Listo abaixo alguns artigos onde falamos sobre a importância do due diligence para as empresas:

É importante desenvolver a habilidade de gerenciar os riscos que podem te levar a uma blacklist de empresas corruptas.

4 – Desenvolver um canal de denuncias

canal-de-denuncias

Um dos pontos mais relevantes ao implantar o processo de controles internos é desenvolver um canal de denúncias onde os colaboradores possam contribuir, de forma anônima, para que a empresa consiga manter-se na conduta do seu código de ética.

Um canal de denúncias ajuda a:

  • Evitar riscos.
  • Prever riscos.
  • Denunciar atividade ilícitas.

E como sempre, reforço que é fundamental para a longevidade dos negócios o desenvolvimento dessas dicas.

Leia o artigo: 5 dicas de controles internos.

5 – Use a tecnologia a favor

A tecnologia é uma grande aliada dos negócios hoje, ela contribui diretamente para o rumo e as principais decisões de uma empresa.

Nós da upLexis já estamos há alguns anos contribuindo para uma gestão efetivas de grandes empresas, fornecendo as melhores informações para a tomada de decisão estratégica.

CTA-TESTE-UPMINER

Você pode utilizar a tecnologia para obter informações precisas, levantar históricos, tomar melhores decisões e gerenciar da melhor forma possível os riscos do seu negócio.

Efetivamente a tecnologia pode contribuir para que sua organização não venha fazer parte de uma lista de empresas corruptas.

Recomendamos a leitura: Saiba os principais benefícios percebidos pelos clientes da plataforma upMiner.

Conclusão

O que você achou dessas dicas? Realmente pode ser um baita desafio implantá-las, você não acha? Mas, reforço que esse pode ser um desafio bom de se encarar, pois os benefícios para a sua empresa serão enormes a longo prazo.

Evitar fazer parte da lista de empresas corruptas tem que ser uma atividade da sua organização. Falo isso pois, não sabemos o que passa pela cabeça das pessoas, mas, dados são fatos e precisamos obter os melhores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *