7 estratégias para aplicar um programa de integridade na sua empresa

Com a aplicação da lei anticorrupção, desenvolver um programa de integridade pode ser uma saída para a adequação da sua empresa. Certamente, o ano de 2017 será uma novidade para o setor empresarial do país.

O antes desconhecido compliance, agora desempenha um papel fundamental no planejamento estratégico das companhias.

Desenvolver mecanismos que contemplem ética, boa conduta e integridade, torna-se uma grande responsabilidade para os profissionais a área.

Recomendamos a leitura: Como construir um programa de compliance?

Desenvolver e aplicar um programa de integridade torna-se responsabilidade da área de compliance.

Mas o que é um programa de integridade? Quais ações fazem constituem esse programa?

Um programa de integridade é a adoção de práticas que são capazes de evitar a fraude, corrupção, irregularidades na empresa e detectar desvios dentro de uma empresa.

As ações que constituem um programa de integridade é justamente a pauta desse artigo, é claro, aqui listaremos apenas 7 e as mesmas são consideradas estratégias capazes de trazer a eficiência do compliance para a sua empresa.

Um caminho para desenvolver o programa de integridade

A tarefa não é tão simples e é necessário passar por alguns caminhos espinhosos, será necessário ter acesso a informações que nem sempre são expostas, além de ter que conquistar a confiança de gestores estratégicos.

No Brasil, as informações sobre processos e métodos de compliance são um tanto escassas e torna o conhecimento de profissionais que possuem o interesse na área um tanto limitado.

O fator de risco para a escassez do conhecimento em processos e métodos de compliance, é simples fato de as leis estarem cada vez mais rigorosas com as empresas que não adotam políticas de transparência para combater a corrupção no setor privado.

Em sua página na internet, o CGU (Controladoria Geral da União) desenvolveu algumas medidas para aplicar um programa de integridade nas organizações.

Você confere abaixo, alguns pontos listados por eles:

  • Adotar políticas de anticorrupção.
  • Planejar implementação.
  • Desenvolver um programa anticorrupção detalhado.
  • Implementar o programa.
  • Monitorar.
  • Avaliar e corrigir.

Com base nesses pontos, desenvolvemos 7 estratégias que serão capazes de aplicar um programa de integridade na sua empresa.

Assim que temos um caminho definido, desenvolver e aplicar processos torna-se uma tarefa mais fácil.

Vamos a elas!

1 – Engajar a alta gestão

engajar-os-gestores

Para conseguir desenvolver um projeto dentro de uma empresa, precisamos mostrar aos nossos gestores quais benefícios serão proporcionados para a empresa.

Dessa forma, conquistar a confiança e o comprometimento da alta gestão, é uma etapa fundamental para a aplicação do programa de integridade.

Afinal, o exemplo precisa partir do alto da pirâmide.

Recomendamos a leitura: O que é a governança corporativa?

Abaixo, listo algumas dicas para que você consiga conquistar o comprometimento dos gestores da sua empresa:

  • Mostre o principal benefício do projeto.
  • Indique os pontos falhos existentes nos processos.
  • Exponha ideias de melhorias continuas.
  • Documente o projeto.
  • Explique os resultados que podem ser conquistados.

2 – Desenvolver um código de ética e conduta

A adoção de políticas anticorrupção passam pelo desenvolvimento cultural da organização.

Um programa de integridade bem definido, possui norma direcionadas a ética e conduta dos colaboradores da empresa.

De uma forma resumida, tudo isso quer dizer que existe a necessidade de estabelecer regras e punições para atos ilegais e mau comportamento.

3 – Levantar situação atual da empresa

É importante realizar um levantamento de dados e informações sobre a situação atual da empresa, é praticamente a realização de um diagnóstico.

Levante os dados que são importantes para o desenvolvimento do programa de integridade.

Esses dados podem ser:

  • Histórico de crimes (Fraude; corrupção; lavagem de dinheiro; etc.).
  • Ocorrências e processos (Empresa ou colaboradores).
  • Cadastro dos principais fornecedores e clientes.
  • Cadeia de relacionamentos comerciais.
  • Aquisição de insumos e matéria prima.
  • Áreas expostas ao risco.

4 – Iniciar um plano de implementação

Nessa estratégia já começamos a colocar a mão na massa.

Iniciar um plano sem as devidas diretrizes pode ser uma tarefa extremamente complicada, além de, não conseguir atingir o objetivo final.

Certifique-se que o seu plano de implementação possa as informações abaixo:

  • Riscos específicos da organização.
  • Exigências legais e administrativas.
  • Normas e políticas bem definidas.
  • Programa anticorrupção.
  • Departamentos vulneráveis.
  • Canais de comunicação.

Confira também o artigo: Gestão de riscos corporativos, aprenda a colocar em prática!

5 – Desenvolver canais de comunicação aberto

definir-canais-de-comunicacao

Outro ponto importante e que faz uma diferença incrível no programa de integridade são os canais de comunicação aberto para os colaboradores.

Como estratégia de comunicação, você pode aplicar:

  • Telefone para denúncias anônimas.
  • E-mail como um canal direto e anônimo.
  • Página na internet para denúncias escritas e também anônimas.

Existem diversos meios para estabelecer uma comunicação direta e aberta com os colaboradores, sem que haja a exposição de imagem de alguém.

6 – Definir forma de monitoramento

Definir como monitorar o desenvolvimento das ações é fundamental para a identificação de processos falhos e erros na execução do plano.

Tenha claro os períodos para acompanhar, eles podem ser:

Quanto mais rápido o erro for identificado, mais rápido será definido novos meios de correção.

7 – Estabelecer indicadores de performance

definir-indicadores-de-performance

Como qualquer projeto, é necessário estabelecer indicadores de performance para avaliar a efetividade do programa de integridade.

Recomendo a definição dos indicadores antes de iniciar a execução do programa, dessa forma, será mais fácil de controlar.

Abaixo, exemplo dos indicadores que podem ser utilizados:

  • Índice de fraudes.
  • Correção de erros.
  • Índice de denúncias (diárias/semanais/mensais).
  • Efetividade do código de ética.

Cada empresa possui suas particularidades, bem como, cada programa de integridade possuirá as suas.

Selecione os indicadores que são essenciais para a sua análise e tomada de decisão.

Conclusão

Se você chegou até, certamente está disposto a implementar um programa de integridade eficaz para a sua empresa, não é mesmo?

Espero eu esse artigo tenha sido extremamente útil para você.

Trabalhamos em conjunto para a construção de empresas e pessoas melhores, extremamente preocupadas com a integridade!

Aproveite para baixar gratuitamente o nosso ebook “Compliance corporativo” e tenha acesso a informações relevantes sobre o tema.

Basta clicar na imagem abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *