Como fazer uma auditoria de due diligence?

A auditoria de due diligence pode ser uma ótima tática para avaliar os riscos de negócios no qual uma empresa está envolvida.

O due diligence se tornou uma prática frequente nos setores legais e compliance dentro de uma empresa. Afinal, avaliar os riscos é necessário.

Pensando nisso, iremos te mostrar de forma simples e objetiva, como fazer uma auditoria de due diligence.

Antes de mergulharmos em conceitos e definições de due diligence e auditoria, vamos tentar identificar qual o momento ideal para optar por realizar tal ação.

Que tal contextualizarmos com uma história fictícia?

Recomendamos a leitura: O que é due diligence?

A história se passa em uma reunião de negócio. A minha empresa, a JV-Consulting, está perto de fechar uma parceria comercial com um fornecedor de matéria-prima.

Esse fornecedor, tem renome no mercado pela qualidade do seu produto. Mesmo assim, existem pontos que eu preciso levantar para poder avaliar os benefícios de entrar nesse negócio.

Desse ponto surge o processo de due diligence, onde irei avaliar os riscos dessa transação. Mas, eu não quero apenas avaliar os riscos das transações, eu preciso ter em mãos os principais dados de todos os processos que serão avaliados. Daí, surge a auditoria.

Entendendo o contexto, identificamos o momento em que existe a necessidade de realizar uma auditoria de due-diligence.

Qualquer transação de negócio que consideremos um tanto arriscada ou, que tenhamos poucas informações do outro lado da negociação (No caso o cliente/Fornecedor e etc), pode ser o momento de solicitar um levantamento de dados.

Dito isto, vamos as definições de auditoria e due diligence.

O que é uma auditoria?

o-que-e-auditoria-e-due-diligence

Podemos definir a auditoria como um processo de levantamento de informações cuidados e sistemático sobre todas as atividades desempenhadas internamente em uma empresa.

Qual o principal objetivo dessa prática?

Verificar se todas as atividades estão alinhadas com as que foram planejadas pela empresa, além de identificar se todas as atividades estão sendo implementadas corretamente de acordo com o objetivo proposto.

O que é due diligence?

o-que-e-auditoria-de-due-diligence

O due diligence é bem parecido com a auditoria, mas não se engana, os pontos que os diferenciam são primordiais para obter a resposta que deseja.

Due diligence é um processo de investigação de oportunidades de negócios, onde é preciso avaliar os riscos da transação que envolve fechar ou não uma proposta/negociação. Normalmente o termo investigação é utilizado de forma voluntária.

Mas, sejamos francos, por questões legais, investigar os riscos de uma negociação é obrigatório.

Para entender a importância do due diligence de forma simples e clara, clique aqui!

Vamos pôr a mão na massa!

Montando um plano de auditoria de due diligence

plano-de-auditoria-de-due-diligence

Para montarmos um plano de auditoria de due diligence, vamos seguir alguns passos essenciais dentro de um planejamento.

Através desses passos teremos o entendimento claro do porque estamos fazendo a auditoria, o que é necessário para alcançar o objetivo, os principais pontos que temos que levantar, a organização necessária para fazer isso acontecer e por último, a ação!

Você está preparado? Se sim, continue acompanhando o desenrolar do nosso artigo.

1# Objetivo da auditoria de due diligence:

qual-objetivo-da-auditoria-de-due-diligence

Você está envolvido em uma reunião de negócios, está próximo de fechar um contrato com valores astronômicos para a sua empresa e, de repente, você percebe que precisa avaliar os riscos dessa transação antes de finalizá-la.

Nesse momento, a pergunta certa a se fazer é:

  • Porque preciso avaliar os riscos?

É resposta pode ser bem simples, como:

  • Porque eu preciso saber que buraco estou metendo a minha empresa.

A partir daí você tem claro na sua mente o que te move para realizar essa auditoria. Você definiu o seu objetivo!

2# Resultados esperados da auditoria de due diligence:

o-que-esperar-da-audoria-de-dua-diligence

Onde espero chegar com a aplicação de uma auditoria de due diligence?

Ter claro em sua mente o resultado esperado, contribui efetivamente para o desenvolvimento das ações necessárias para chegar até lá.

Exemplos:

  • Fechar um negócio transparente, onde ambas as partes saiam ganhando.
  • Cumprir todas as normas regulamentares que são estabelecidas por lei.
  • Antecipar os riscos antes mesmo que eles aconteçam.

Esses podem ser os resultados que você espera de uma boa negociação.

Recomendamos a leitura: A importância da ética empresarial.

3# O que é preciso fazer para a auditoria de due diligence acontecer?

como-fazer-a-auditoria-de-due-diligence

Quais são as informações necessárias para que a minha decisão a ser tomada seja a melhor possível?

Sendo mais claro, o que eu preciso investigar? Quais atividades preciso verificar?

Aqui será formada a estrutura do seu plano de auditoria de due diligence.

Você já tem claro o seu objetivo e os resultados que espera obter. Agora, é necessário levantar todos os dados e informações que serão essenciais para o seu processo decisório.

  1. Dados cadastrais da empresa:
  • Nome / CNPJ.
  • Sócios.
  • Localização.
  1. Empresas e pessoas relacionadas:
  • Quem são?
  • Histórico.
  • Sócios.
  • Funcionários.
  1. Dados fiscais:
  • Balanço da empresa.
  • Receita bruta e líquida.
  • Contas em dia.
  • Inadimplência.

Bom, esse é um exemplo claro do que o due diligencia investiga na hora de uma avaliação de risco. Lógico que existem muitos outros dados a serem levantados e que variam de acordo com a necessidade da empresa.

Agora, o que a auditoria irá verificar nesses pontos da investigação?

  1. Qual a relevância do fato?
  2. A evidência é convincente? (Física, documental, testemunhal, analítica)
  3. Qual a validade dessa informação?
  4. Esses dados são objetivo, diretos e compreensíveis?

Essa combinação não poderia ser melhor!

A auditoria de due diligence permitirá ao responsável da investigação obter dados totalmente amplos e detalhados, dando um suporte totalmente relevante para a sua tomada de decisão.

4# Como organizar a auditoria de due diligence:

organizar-a-auditoria-de-due-diligence

Aqui será o ponto onde você irá estruturar todos os dados levantados no tópico anterior, além de fazer um levantamento dos recursos necessários para conseguir executá-los com perfeição, obtendo os resultados esperados.

Exemplos de organização:

– Dados cadastrais:

  • Onde vou encontrar esses dados? Site da empresa; órgãos regulamentadores; sites públicos; através de softwares.

Bom, as opções são imensas e como disse anteriormente, varia da necessidade da empresa.

Recomendamos a leitura: Gerenciamento de riscos: aprenda a fazer uma gestão efetiva!

Qual o tempo necessário que a empresa tem para obter os dados e informações? Quão precisas essas informações precisam ser?

E por aí vai…

5# Ação, fundamental para auditoria de due diligence!

Como-fazer-acontecer-a-auditoria-de-due-diligence

Por último e não menos importante, a ação!

A hora em que você faz as coisas acontecerem.

Conclusão

E aí, o que você achou do plano de auditoria de due diligence? Você tem alguma dica que possa nos ajudar tornar este artigo ainda mais relevante? Deixe um comentário abaixo. J

Tanto a auditoria, como a due diligence são práticas essenciais para avaliar e prever riscos que possam causar impacto ao seu negócio.

Vimos nesse artigo como a união dessas duas práticas pode ser uma solução incrível para se obter dados e informações precisas.

3 Comentários

  1. Elcio Teixeira

    Estava buscando algo sobre due diligence, e encontrei um material muito pratico, bem objetivo, Gratidão por compartilhar.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *